Por que Criar ?

Home / Raça / Por que Criar ?

Raça Versátil e Lucrativa

O potencial de produção da raça foi confirmado no Brasil, sendo utilizada tanto para produção de leite quanto de carne. Um dos diferenciais da raça é sua capacidade de conversão alimentar, superior a de outras raças zebuínas, necessitando de uma quantidade menor de comida para sobreviver, ganhar peso e produzir leite.
A pureza racial garante a rusticidade e o vigor nos cruzamentos, resultando em maior retorno econômico. Por conta disso, o Guzerá entrou na formação de diversas raças (Guzolando, Tabapuã, Brahman, Pitangueiras e Simbrasil) e até hoje é bastante usado em cruzamentos, seja de corte ou de leite (Guzonel, Tri Cross, Guzerá/Jersey, etc.).
As fêmeas em idade adulta atingem peso entre 450 a 650 kg, sendo que muitas ficam acima de 800 kg. Os machos pesam entre 750 e 950 kg. O ganho médio diário é de 950,4 gramas/dia em provas de ganho em peso em confinamento e 639,42 gramas/dia nas provas a pasto. As maiores produções individuais de leite chegam a quase 50 kg/leite/dia e as lactações em 365 dias superam os 11 mil kg.

guz capa

Dupla Aptidão: Um Mesmo Animal Bom de Carne e Bom de Leite

Além de ser uma das raças bovinas mais antigas do mundo, o Guzerá tem como vantagem o fato de ter duplo propósito, podendo ser utilizado tanto para a produção de carne quanto de leite. Em vários países, mais de 80% da produção de leite vêm de rebanhos de dupla aptidão.
Veja outras vantagens:
+ Maior retorno econômico – venda da produção de leite para laticínios e de bezerros para pecuária de corte;
+ Versatilidade – Uso em grande número de cruzamentos, tanto para formação de rebanhos de corte como de leite;
+ Fácil adaptação ao regime de produção estabelecido nas propriedades brasileiras;
+ Ambientalmente correto, economicamente viável, possibilitando o acesso de pequenos e médios produtores rurais ao mercado pecuário.

Vantagens da Raça:
Rusticidade;
Conversão Alimentar;
Rendimento de Carcaça;
Habilidade Materna;
Fertilidade;
Precocidade.